Marketing Promo Digital

English EN Portuguese PT Spanish ES

Modelo japonês

Descobri a Teoria Z… mudei

Até essa fase da minha vida, em 1985, eu havia trabalhado dentro do modelo americano de administração, pois trabalhei em Multinacionais Americanas, o que definiu meu jeito de gerenciar, além de descobrir como funcionava uma estrutura hierárquica nesses tipos de corporações.

Porém, tudo mudou!!

Fui contratado pela Toyobo do Brasil, uma grande multinacional japonesa da área têxtil, uma empresa semi-verticalizada que só não plantava o algodão, mas as empresas do grupo realizavam 90% do processo – como fiação, tinturaria, tecelagem, malharia, fábrica de meias, confecção e lojas. Era fascinante como tudo funcionava!

Ali percebi que a estrutura era informal, só o presidente tinha uma sala e secretária, havia milhões de salas de reuniões, CCQ, TQC, gestão horizontal, trabalho em equipe, em grupo, todos participavam de ideias, acompanhavam mudanças, processos, um modelo totalmente diferente do que eu tinha vivido até então, FOI UM CHOQUE para mim, me deparei com a Teoria Z em Administração, o jeito japonês de tocar uma empresa.

Juntamente com toda minha equipe, éramos responsáveis pelo gerenciamento do produto, da marca e pelo marketing de nossa divisão – GRAND SMASH. Reuniões constantes, em torno de 5 a 6 por dia, permitiam que chegássemos a consensos de forma mais uniforme, pois aplicávamos métodos, como estudos de caso, espinha de peixe, etc… o que evitava confrontos e surpresas posteriores, pois nas reuniões já se alinhava tudo.

Quanto ao Marketing, na Toyobo organizamos Stands para participar da FENIT (Feira Nacional da Indústria Têxtil), criamos e produzimos movimentados desfiles de lançamento de coleções, foi feito todo um trabalho de estúdio e produção fotográfica para nossos catálogos comerciais – 2 por ano, fora os anúncios cooperados com clientes key-account como Bayard, Mesbla, O Esportista, Casa das Cuecas, Mappin, Formosinho, entre tantos.

Através de nossa estratégia de aproximação de nossas marcas com o público-alvo, pois a camisa polo carrega o estilo do tenista, patrocinamos vários torneios de tênis organizados pela Koch Tavares e pelo Kirmayr, com nossas marcas apresentando os eventos – Grand Smash e Grand Slam. Posteriormente, lançamos a Cerutti 1881 para segmentar nossos produtos.

Outra história marcante em minha passagem pela Toyobo foi o lançamento de uma coleção Outono-Inverno, que planejamos fazer dentro do Palace, posteriormente chamado de Citibank Hall, uma grande casa de eventos e shows no bairro de Moema em São Paulo. Ao entrarem no evento, nossos 1.500 convidados atravessariam um piso totalmente coberto com grama “natural”, fizemos um imenso gramado com algumas pistas de cooper, onde as pessoas eram convidadas a irem de training e tênis. Acredite, tivemos 48 hs para gramar uma casa de show e deixá-la como um parque! Foram colocadas algumas árvores, rampa para subir ao palco – onde ficava a área urbana com outdoor, buraco para descer ao metrô, havia motos e bikes passando, assim como executivos de terno… era um contraste entre o trabalho e o lazer, pois nossa coleção tinha roupas para as diversas ocasiões.

Foi um sucesso enorme e até hoje alguns lojistas lembram desse evento, pois eu queria transformar em uma “experiência diferente” os desfiles de coleções de moda das marcas.

Foram anos intensos na Toyobo, inclusive, em meu último ano na empresa colaborei com um mega projeto, o lançamento da Bennetton no Brasil, pois o Luciano Bennetton veio ao Brasil para licenciar sua primeira e única fábrica fora da Europa. Dentre as empresas visitadas, Vicunha, Santista, entre outras, a Toyobo foi a escolhida. Participamos então da coleção, lançamento, padronização da franquia, foi um super projeto em minha vida profissional…

Na Teoria Z não tem heróis isolados, não há pessoas com glórias, mas sim equipes vencedoras e, por isso, eu entendi o que é trabalhar em equipe de verdade!

Continue navegando em nosso blog e acompanhando nossos posts. Não deixe de compartilhar nossas histórias!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir chat
Precisando de ajuda?